6 de fevereiro de 2017 - No Comments!

Fase inicial do processo de UX: Pesquisa e Documentação

Na áreas intituladas “Experiência do Usuário”, “Design de Interface”, “Design de Interação” e “Arquitetura da Informação” encontram-se nomenclaturas que parecem complicadas de serem entendidas, como, por exemplo: persona, canvas, moodboard e casos de uso. Esses processos fazem parte da fase inicial de criação de um novo projeto ou de melhoria de um projeto já iniciado ou até já finalizado.

Para explicar melhor descreverei cinco dos processos iniciais de design de inovação envolvendo stakeholders: entrevista com o(s) usuário(s); entrevista com o(s) stakeholder(s); criação de persona(s); criação de moodboard(s); criação de casos de uso.

Gostaria de lembrar aqui que uma inovação não necessariamente deve vir dos stakeholders, é dever do designer apontar melhorias em um produto ou processo se assim achar que fará diferença para o usuário.

O processo de inovação em experiência do usuário se inicia a partir de entrevistas com stakeholders e usuários. Coletam-se os requisitos e criam-se personas, moodboards e também casos de uso, como você poderá ler detalhadamente a seguir:

A ENTREVISTA COM O(S) USUÁRIO(S)
Essa fase é destinada a entender melhor quem são os usuários do produto e quais são suas necessidades para que assim possamos saber o que fazer por eles.

A ENTREVISTA COM O(S) STAKEHOLDER(S)
Essa fase é destinada a entender melhor quem são os stakeholders, qual a dificuldade encontrada, como o processo é feito hoje e o que precisa ser inovado/melhorado. Essa fase consiste também na coleta de briefing.

CRIAÇÃO DE PERSONAS
As personas são baseadas em usuários reais e descritas brevemente por características encontradas em dois ou mais usuários entrevistados ou características que o designer considerar relevante, como, por exemplo, deficiências visuais (como o daltonismo).

MOODBOARD
Os painéis semânticos ou moodboards são criados, a partir das personas e do briefing, para ilustrar o dia-a-dia de um ou mais usuários e também para defender padrões de estilo para um produto.

CASOS DE USO
Criados a partir do cruzamento de informações coletadas entre stakeholders e usuários, são utilizados para dar inicio à etapa de desenvolvimento do projeto.

Portanto, essas fases são cruciais para o designer entender o escopo do projeto e começar a fase de desenvolvimento de fluxograma, protótipo e wireframe.

Texto desenvolvido em parceria com a Daitan Group.

Published by: lufavetta in Sem classificação

Leave a Reply